Leia mais: http://www.dedodeouro.net/2007/12/colocar-o-titulo-do-post-antes-do-nome-do-blog.html#ixzz1YteLcrA5

Páginas

Lomadee, uma nova espécie na web. A maior plataforma de afiliados da América Latina

sábado, 24 de dezembro de 2011

Que 2012 seja assim!!!

E os anos seguintes também...



Feliz e próspero 2012!!!


 border=
Na poesia de Cora Coralina, meu carinhoso presentinho pra vocês, leitoras e leitores do EntreTextos...

Enfeite a árvore de sua vida
com guirlandas de gratidão!
Coloque no coração laços de cetim rosa,
amarelo, azul, carmim,
Decore seu olhar com luzes brilhantes
estendendo as cores em seu semblante

Em sua lista de presentes
em cada caixinha embrulhe
um pedacinho de amor,
carinho,
ternura,
reconciliação,
perdão!
               
Tem presente de montão
no estoque do nosso coração
e não custa um tostão!
A hora é agora!
Enfeite seu interior!
Sejas diferente!
Sejas reluzente!

sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Multiculturalismo na educação infantil?!

Há mais ou menos duas semanas participei de uma palestra sobre multiculturalismo, currículo, proposta pedagógica e educação. E a professora doutora propunha a discussão das bases para uma proposta de matriz filosófica para o ensino fundamental e a educação infantil ancorada num currículo para a diversidade, a partir dos conhecimentos científicos construídos pela humanidade. Era uma discussão fundamentada no multiculturalismo. Não sou nada fã das leituras e proposições multiculturais pós-modernas... E, terminada a palestra, escrevi este textinho que está aí embaixo...

Currículo para a diversidade implica numa perspectiva de organização do trabalho a partir de conhecimentos socialmente referenciados, diferentemente da exposição feita hoje, na minha opinião. Imagino a imensa dificuldade de realização concreta dessa perspectiva, pois contempla, essencialmente, uma outra concepção e função de escola em nossa sociedade. Penso que, na educação infantil,  as práticas sociais e culturais é que deveriam ser o "mote" para a prática pedagógica nas escolas (que até contemplariam um currículo para a diversidade). Os conhecimentos científicos, artísticos e filosóficos  e seus modos de produção (elementos fundantes que constituem os próprios conhecimentos) estariam "a serviço" de tais práticas culturais e sociais, mas não seriam os eixos de sistematização nem da matriz filosófica nem das orientações curriculares, por consequência.

segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Que maravilha!!!

Ópera no meio da gente... Adoraria ter estado lá...